Nova Aurora mantém decreto com suspensão de atividades por 15 dias

By 31 de março de 2020 Reportagens
Publicidade

Decisão está baseada na recomendação da Amop, divulgada no fim da tarde de ontem(30)

A Prefeitura de Nova Aurora, atendendo a recomendação divulgada em nota oficial pela Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop), informa à comunidade que manterá os decretos 152,160, 161 e 162/ 2020, que dispõe sobre Alerta Emergencial em Saúde Pública no município, mantendo assim as determinações ao enfrentamento do coronavírus (Covid-19), com o objetivo de proteger a população.

Segundo os decretos mencionados anteriormente, desde o dia 21 de março até o dia 06 de abril estarão suspensos todos os atendimentos presenciais ao público em estabelecimentos comerciais em funcionamento no município de Nova Aurora. Os estabelecimentos deverão ficar de portas fechadas e não receber o público em seus interiores. A proibição também se aplica a clubes, academias, salões de beleza, jogos e competições esportiva. Está suspenso ainda o funcionamento dos seguintes estabelecimentos e atividades: Casas noturnas, pubs, lounges, tabacarias, boates e similares, academias de ginástica, musculação, e similares, clubes, associações recreativas e afins, áreas comuns, playground, salões de festas, piscinas de uso coletivo, galerias comerciais, comércio varejista e atacadista, cultos e atividades religiosas que reúnam mais que 10 (dez) pessoas; lojas de conveniência e assemelhadas anexas a postos de combustíveis, obras de construção civil que empreguem mais de 10 (dez) pessoas, pesqueiros, pesque-pague e congêneres. Ainda, segundo o decreto, a suspensão prevista no artigo anterior estende-se ao atendimento presencial ao público nos estabelecimentos prestadores de serviços privados à saber: escritórios em geral; centros de Estética, barbearias, cabeleireiros e congêneres; agências de Turismo.

O Decreto conta com suspensão parcial e restrita aos casos de urgência e emergência em relação aos seguintes estabelecimentos, clínicas odontológicas e clínicas veterinárias, vedadas as operações de petshop. Ainda de acordo com as normativas, para as instituições financeiras, o decreto trata ainda que deverão atender ao contido no Ofício Circular 3.991, de 19 de março de 2020, do Banco Central do Brasil, todavia, o município de Nova Aurora recomenda-se que, igualmente, suspendam o atendimento presencial nas agências. Segundo o Decreto, restaurantes, bares e lanchonetes deverão tão somente funcionar com o sistema delivery (entrega em domicílio). Fica ainda proibido o consumo de bebidas alcoólicas em passeios públicos vias, públicas, pátios de postos de combustíveis, estacionamentos e espaços públicos.

Deverão ser mantidas as atividades essenciais, tais quais serviços de saúde, urgência, emergência e internação, farmácias, clínicas veterinárias, postos de combustíveis, distribuidoras de água e gás, serviços funerários, mercearias, mercados, supermercados, padarias e coleta de lixo. O horário de atendimento dos mercados e supermercados fica estabelecido entre as 8h e 18h, de segunda a sábado. Estabelece-se, ainda, as seguintes medidas com o intuito de evitar o fluxo e aglomeração indevida de pessoas: limitação de entrada e permanência de pessoas nos interiores de mercados e supermercados, nas seguintes proporções, mercearias e minimercados: 02 (duas) pessoas; mercados: 05 (cinco) pessoas; supermercados: 05 (cinco) pessoas; limitação da permanência em velórios e cerimônias fúnebres de no máximo 10 (dez) pessoas e proibição de reuniões, palestras, cursos, cerimônias, comemorações, festejos e toda e qualquer aglomeração que reúna mais que 10 (dez) pessoas, sejam em locais públicos ou particulares, incluindo residências.

Em nota, a Amop orientou às prefeituras a realizar tais medidas, já que diante do aumento do número de casos confirmados e do aparecimento do primeiro óbito regional decorrente do coronavírus, a atitude responsável e motivada pela preservação da vida; é primar pela integração de todos em torno de diretrizes técnicas, até que se alcance a estabilização do cenário, para que, então, nova medida seja sugerida. Outro fator que pesou na nova recomendação da Amop foram posicionamentos do secretário estadual de Saúde, Beto Preto, contrário à medida adotada pela Amop e em defesa da manutenção do isolamento social, em consonância com linha de pensamento defendida com o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, que justificaram publicamente que o SUS precisa de mais tempo para estruturar a rede pública para atendimento adequado e evitar o colapso do sistema, o que impediria o atendimento dos pacientes, no período crítico que se avizinha.

Ainda segundo a nota, a Amop reforça ainda que, junto com o Ministério Público, Regionais de Saúde, Caciopar e outras entidades da sociedade organizada regional, dentro do espírito de união de forças em prol do bem comum, manterá a atuação também focada na reabertura planejada das empresas não consideradas essenciais, já liberadas por decreto estadual, com respeito a protocolos de sanidade recomendados pelas autoridades de saúde.

O prefeito Pedro Leandro Neto destacou que Nova Aurora vai seguir todas as recomendações do Ministério da Saúde e do Governo do Estado, mantendo assim isolamento social e quem infringir a determinação poderá ser penalizado, conforme o Decreto 161/2020.

Fonte: Assessoria de imprensa/Prefeitura de Nova Aurora

CompartilharShare on whatsapp
Whatsapp
Share on facebook
Facebook
Publicidade
Don`t copy text!