Sargento aposentado acusado de matar ex-companheira é preso em Formosa do Oeste

By 10 de janeiro de 2024 Reportagens
Publicidade

A Polícia Militar de Formosa do Oeste foi acionada, na noite desta terça-feira (9), para deslocar a uma residência onde estaria escondido um foragido da justiça. Ao chegar ao local, a equipe constatou que se tratava do militar estadual da reserva remunerada, Haroldo Augusto da Cruz, de 56 anos, acusado de matar a facadas a ex-companheira na frente da filha de 12 anos em Marialva, na madrugada de terça-feira (02/01).

Com autorização do morador, os policiais entraram na residência, onde encontraram em um quarto, o foragido armado com arma branca.

Segundo relatos, ao visualizar os policiais militares, ele passou a desferir golpes contra o próprio abdômen.

A equipe policial militar, após convencer o homem a soltar a faca, prestou os primeiros socorros até a chegada do SAMU. O homem foi encaminhado ao hospital de Formosa do Oeste, mas devido à gravidade dos ferimentos, foi transferido ao Hospital Universitário de Cascavel, onde passou por cirurgia durante a madrugada. Ele permanece internado na UTI, estável e sem risco de morte e sob escolta policial.

Assim que Haroldo receber alta hospitalar será cumprido o mandado de prisão expedido pelo Plantão Judiciário de Sarandi, com a entrega do custodiado à Polícia Penal.

O proprietário da residência disse ser amigo do homem desde a época que residia em Marialva; ele foi qualificado no Boletim de Ocorrência e liberado.

O crime
O sargento aposentado, Haroldo Augusto da Cruz, de 56 anos, matou a facadas a ex-companheira na frente da filha de 12 anos em Marialva, na madrugada de terça-feira (02/01).

A vítima foi identificada como Viviane Aparecida Castro Furlan, de 38 anos.

Segundo familiares dela, o suspeito não aceitava o fim do relacionamento. Conforme a polícia, a vítima tinha uma medida protetiva contra o suspeito desde setembro de 2023.

De acordo com a polícia, durante a madrugada o homem invadiu a casa onde Viviane e a adolescente – filha do ex-casal – dormiam. Em seguida, brigou com a vítima, tirou uma faca do bolso e a golpeou ao menos cinco vezes na região do tórax.

O socorro foi acionado pela filha da vítima, mas Viviane não resistiu e morreu antes da chegada da equipe.

Fonte: Brandão Júnior
Com Informações da PMPR e G1 Paraná

CompartilharShare on whatsapp
Whatsapp
Share on facebook
Facebook
Publicidade
A cópia sem autorização é proibida. Para reprodução do conteúdo, entre em contato conosco.